04/08/2009

FREEDOM FESTIVAL


Elvas - Milhares de pessoas adeptas da música electrónica e da “world etnic music” são esperadas entre os dias 06 e 10 de Agosto na terceira edição do Freedom Festival, que decorrerá junto a uma albufeira perto de Elvas (Portalegre).
O evento, organizado pela empresa Cristal Matrix, terá lugar junto à albufeira do Monte Chaminé, situada a cerca de cinco quilómetros da cidade alentejana de Elvas.
Em declarações à agência Lusa, Wilma Faget, uma das promotoras do evento, revelou que “as florestas do Cambodja e o meio ambiente” são as principais temáticas que envolvem a edição deste ano do Freedom Festival.
Após os protestos, em edições anteriores, à realização do evento por parte de associações ambientalistas, a organização optou por lançar este ano uma mensagem “mais ecológica” junto dos amantes deste género musical.
“Nós temos que dar mais importância à natureza e, por isso, fomos influenciados pela floresta do Cambodja para a edição deste ano”, disse.
Para criar um evento sustentável e ecológico, vai ser solicitada a colaboração dos visitantes para implementar naquele espaço um pensamento mais “consciente” e “verde”.
Assim, o festival será regido por seis regras, tais como gerir o lixo e proteger o solo, preservar a água, administrar emissões, transportes e energia, proteger a ecologia local, responsabilidade “verde” e ecónomia local e consciência e actividades ambientais.
De acordo com Wilma Faget, para a terceira edição do Freedom Festival são esperadas “milhares” de pessoas, vindas de “vários pontos do mundo”.
“Na última edição, tivemos cerca de dez mil visitantes e para este ano não gostaríamos de exceder a fasquia dos quinze mil visitantes para podermos manter um certo ambiente familiar”, explicou.
Considerado pelos promotores como “um dos melhores festivais do mundo” sobre a temática, o Freedom Festival pretende ser um evento “sustentável e bem organizado”, com um “line up” de artistas de música electrónica de renome mundial.
Durante os dias do festival, mais de trinta DJ´s desfilarão pelo palco principal, onde a música “Psicadélico” e “Full On” vão ser o “prato forte”.
O Freedom Festival apresenta também espaços para ideias alternativas, tais como a área de “Ambiente e Chill Out”, a área “Alternativa” com “Drum&Bass”, “Minimal”, “Tech House”, “Jungle”, “Funk”, “Electro”, “Progressivo”, “Ambient”, “Chill e Reggae” e “Experience Lodge”.
O festival tem ainda para oferecer uma área dedicada às crianças, denominada “Kids Area”, onde os mais novos serão acompanhados por um grupo de seis voluntários.
No Monte Chaminé, vão estar também presentes várias lojas com o objectivo de transmitir um “mercado cosmopolita” e um “melting pot” de cores e boas vibrações.

Sem comentários: