01/08/2010

Romântico... suicídio

De tanto chorar,
o céu secou-se na sua própria solidão,
o seu romântico suicídio é agora em tua honra.

1 comentário:

Zé de Melro disse...

Na nossa civilização não há glória nem no suicídio nem nos suicidas que são rapidamente esquecidos.

Deixam para trás uma família destroçada, a de seus pais se ainda são vivos.

E a brevíssima compaixão de muito poucos para quem um suicida era um doente - por muitas razões que tivesse para o fazer!